segunda feira

by pdrpinho

Ela provavelmente não sentia, nem percebia. Mas ele a olhava como se ela fosse o único ser vivo na sala. Cada minimo detalhe, cada pequeno gesto, nada passava despercebido aos olhos daquele que a amava. Um sorriso torto, o jeito como ela brincava com os dedos, a mecha de cabelo que insistia em cair sobre a testa… Se ela prestasse atenção, ela ouviria as batidas daquele enorme coração.

Batidas direcionadas a ela.