sexta-feira

by pdrpinho

Ipê

Cada desafio parece muito maior do que eu…
Eu olho pro ipê amarelo que tem no quintal daqui de casa. Plantamos ele faz uns dois anos,  no começo ele era apenas uma arvorezinha com alguns galhos, nem folha tinha. No ano seguinte ele floresceu, a minha mãe ficava olhando pra ele a tarde inteira. Nesse ano ele já ficou maior que eu e floresceu muito, muito mesmo. Mas agora, as pétalas dele caem e daqui a umas duas semanas já nao vai mais ter nenhuma flor nele. Eu não queria ser como esse ipê. Florescer uma vez por ano, ser breve. Só ser lembrado uma vez por ano. Esmorecer, perder minhas flores. Voltar a ser o que eu era. Eu só quero ter flores eternas e, em cada pétala, a esperança de continuar ali, naquele galho, pra sempre. Eu quero desabrochar.